domingo, julho 08, 2007

Nos bastidores da Capeia Arraiana

Estamos nos Forcalhos...Julho…Domingo... nota-se mais movimentação na aldeia…encontramo-nos no Café da Associação…a tomar o café da manhã a seguir à missa das 9h30… é a Isabel que atende atrás do balcão...o calor já aperta e fala-se um pouco de tudo…As festas de San Firmin…os encerros…as corridas que nesta altura estão a decorrer em Pamplona…desde as 7h30 da manhã a serem transmitidos na TV Espanhola em directo…falta pouco menos de um mês para iniciarem as capeias na Raia…nos Forcalhos será no 3º Domingo de Agosto…surge então um convite inesperado: “- Vocês querem melhor, do que assistir a um encerro ao vivo?”- É a Henriqueta que acaba de improvisar para nós um final de manhã original: assistir ao encerro dos touros recentemente comprados pelo Zé Nói... Então fomos…






…o Zé Nói permitiu que fossemos ver alguns touros que irão correr nas diferentes praças das aldeias da Raia que acolhem os milhares de aficionados que participam anualmente na grande festa brava: A Capeia Arraiana.

Tratava-se de mais um dia de rotina para o casal Zé Nói e Henriqueta, em companhia do filho João António: encerrar o gado bravo que o ganadeiro forcalhense tinha acabado de adquirir na sequência de mais uma ida ao Alentejo. Terras distantes, onde perpetua, há já alguns anos, não só o nome dele, mas também o da Terra que o viu nascer, Forcalhos, assim como o de toda uma região que vibra em uníssono nas festas de Agosto: A Raia.

A adrenalina já era abundante, quando entramos na propriedade, onde a presença de sólidas estruturas das vedações revelam o sentido de preocupação com a segurança do local.
Encontramo-nos no campo junto da manada…evitar fazer barulho… dois touros encontravam-se afastados do grupo…faltava um touro…era o Picarso



Orientados pelas palavras de ordem do Zé e da Henriqueta dentro da Pick-up, lá iam os touros guiados até ao local, onde lhes deitaram água e farinha.


Contrastes: Os cães para além da sua função de ajudantes nos encerros e no recolhimento do gado, são também excelentes companheiros de brincadeiras para as crianças.

Os cães revelaram-se uma preciosa ajuda quando um “ Picarso” se isolou no meio das giestas, teimando em não querer sair. Mas os melhores amigos do homem conseguiram persuadir o touro, que não teve outro remédio senão juntar-se à manada.




Nesse dia, o pai de um dos mordomos da Tourada da Lageosa estava presente com o objectivo de escolher os touros para a primeira capeia de Agosto na Raia. A aparência física deles seria sem dúvida o critério de selecção.


A assistência a fazer prognósticos enquanto o pai do mordomo medita sobre as escolhas .
Todos ajudam

Os Touros já por lá se encontram às dezenas… para todos os gostos! Pretos, castanhos, picarsos, grandes, fortes, nobres, bonitos, com “chaves” impressionantes, cachaços opulentos

Estas forças da natureza impõem respeito… só pela sua presença e o ar altivo.



Trabalho e risco: ingredientes inseparáveis nesta actividade



Nos Forcalhos, a Capeia decorrerá no dia 20 de Agosto de 2007 ( tradicionalmente a 3ª Segunda Feira do mês de Agosto)


Tratando-se de um empreendimento que envolve bastante trabalho, dinheiro e riscos ( !), o Zé Nói terá a responsabilidade de organizar vários encerros e capeias, na Raia, durante o mês de Agosto, tornando-se cúmplice no cumprimento desta tradição secular.

O.F./07/07




Calendário das Capeias na Raia


5 comentários:

Anónimo disse...

Sempre em cima do acontecimento e divulgando aquilo que os Arraianos mais gostam...
Força amigos... façam-nos crescer "água na boca"
Um abraço

Anónimo disse...

Aquilo que para nós representou uma manhã muito bem passada e com alguma adrenalina à mistura (pois não é sempre que se anda num terreno dominado por estes animais), para o Zé Noi e a sua família não passou de uma tarefa rotineira nesta altura do ano mas que representa muito trabalho e uma grande dose de coragem.
Se há profissões de risco, esta é uma delas!
MJSCC

O Forcalhense disse...

Lindos toiros, sim senhor.
Oxalá não desiludam e sejam tão bravos quanto aparentam...
Como disse o amigo fazem-nos crescer água na boca e já sonhamos com encerros e capeias.
Até breve

Anónimo disse...

Se há algo que me impressionou foi a visita guiada que a Família Nói me proporcionou...foi ver o "Borrego" a lamber a cara da seu dono...foram a CORAGEM e a SIMPATIA do Zé e da Henriqueta!
Força e que Deus vos abençoe. Gina

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ viagra achat
http://prezzoviagraitalia.net/ costo viagra
http://precioviagraespana.net/ viagra generico